Campo magnético originado por um condutor retilíneo extenso

Força de interação entre dois fios condutores paralelos

Exercícios

 

01-(FATEC-SP) Um condutor reto e longo é percorrido por corrente elétrica  invariável i. As linhas de indução de seu campo magnético seguem o esquema:

 

02- (FURG-RS) Um fio condutor retilíneo e muito longo é percorrido por uma corrente elétrica constante, que cria um campo magnético em torno do fio. Podemos afirmar que esse campo magnético:
a) tem o mesmo sentido da corrente elétrica.           b) é uniforme.             c) é paralelo ao fio.             d) aponta para o fio.
e) diminui à medida que a distância em relação ao condutor aumenta.

 

O3-(UEL-PR) Um fio longo e retilíneo, quando percorridos por uma corrente elétrica, cria um campo magnético nas suas proximidades. A permeabilidade magnética é μ= 4π10-7 T.
Observe a figura abaixo.

Se a corrente elétrica é de 5,0 A, o campo magnético criado num ponto P distante 0,20 m do fio, conforme a figura, vale:
a) 1,0 . 10-5T, orientado como a corrente i.          b) 1,0 . 10-5T, perpendicular ao plano do papel, para fora.
c) 5,0 . 10-6T, dirigido perpendicularmente ao fio, no próprio plano do papel.
d) 5,0 . 10-6T, orientado contra a corrente i.               e) 5,0 . 10-6T, perpendicularmente ao plano do papel, para dentro.

 

04-(Fuvest-SP) A figura representa 4 bússolas apontando, inicialmente, para o pólo norte terrestre. Pelo ponto O, perpendicularmente ao plano do papel, coloca-se um fio condutor retilíneo e longo. Ao se fazer passar pelo condutor uma corrente elétrica contínua e intensa no sentido do plano do papel para a vista do leitor, permanece praticamente inalterada somente a posição:

a) das bússolas A e C          b) das bússolas B e D              c) das bússolas A, C e D          d) da bússola C           e) da bússola D

 

05-(PUC-SP) Na experiência de Oersted, o fio de um circuito passa sobre a agulha de uma bússola. Com a chave C aberta, a agulha alinha-se como mostra a figura a.  Fechando-se a chave C, a agulha da bússola assume nova posição (figura b).

A partir desse experimento, Oersted concluiu que a corrente elétrica estabelecida no circuito:

a) gerou um campo elétrico numa direção perpendicular à da corrente.
b) gerou um campo magnético numa direção perpendicular à da corrente.
c) gerou um campo elétrico numa direção paralela à da corrente.
d) gerou um campo magnético numa direção paralela à da corrente.
e) não interfere na nova posição assumida pela agulha da bússola que foi causada pela energia térmica produzida pela lâmpada.

 

06-(UNESP-SP) A figura abaixo representa um condutor retilíneo, percorrido por uma corrente i, conforme indicado. O sentido do campo magnético no ponto P, localizado no plano da figura, vale:

a) contrário ao da corrente          b) saindo perpendicularmente da página          c) entrando perpendicularmente na página

d) para sua esquerda, no plano do papel          e) para sua direita, no plano do papel

 

07-(UFPEL-RS) A figura a seguir representa um fio retilíneo e muito longo percorrido por uma corrente elétrica convencional i, de A para B.

Com relação ao sentido do campo magnético criado pela corrente elétrica no ponto P e a sua intensidade, é correto afirmar que

a) o sentido é para fora da página e sua intensidade depende da distância "r".

b) o sentido é para o ponto "1" e sua intensidade depende da distância "r".

c) o sentido é para o ponto "2" e sua intensidade independe da distância "r".

d) o sentido é para dentro da página e sua intensidade depende da distância "r".

e) o sentido é para o ponto "3"e sua intensidade depende de "i" e independe de "r".

 

08-(UNESP-SP) Um fio longo e retilíneo é percorrido por uma corrente elétrica constante i e o vetor indução magnética em um ponto

 próximo ao fio têm intensidade B. Se o mesmo fio for percorrido por uma corrente elétrica constante igual a 3i, a intensidade do vetor indução magnética no mesmo ponto próximo ao fio será:

a) B/3                             b) B                              c) 2B                                d) 3B                                    e)6B

 

09-(UFMG-MG) Um fio condutor reto e vertical passa por um furo em uma mesa, sobre a qual, próximo ao fio, são colocadas uma esfera carregada, pendurada em uma linha de material isolante, e uma bússola, como mostrado na figura:

Inicialmente, não há corrente elétrica no fio e a agulha da bússola aponta para ele, como se vê na figura.

Em certo instante, uma corrente elétrica constante é estabelecida no fio.

Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que, após se estabelecer a corrente elétrica no fio,

a) a agulha da bússola vai apontar para uma outra direção e a esfera permanece na mesma posição.

b) a agulha da bússola vai apontar para uma outra direção e a esfera vai se aproximar do fio.

c) a agulha da bússola não se desvia e a esfera permanece na mesma posição.

d) a agulha da bússola não se desvia e a esfera vai se afastar do fio.

 

10-(UFU-MG) A agulha de uma bússola, inicialmente, aponta para a marcação Norte quando não passa corrente pelo fio condutor, conforme figura1.

Ao ligar as extremidades do fio condutor a uma pilha, por onde passa uma corrente, a agulha muda de direção, conforme figura 2. Com base neste experimento, é correto afirmar que

a) magnetismo e eletricidade são fenômenos completamente independentes no campo da física; o que ocorre é uma interação entre o fio e a agulha, independente de haver ou não corrente.

b) a corrente elétrica cria um campo magnético de forma que a agulha da bússola é alinhada na direção do campo magnético resultante. Este é o campo magnético da Terra somado, vetorialmente, ao campo magnético criado pela corrente que percorre o fio.

c) a bússola funciona devido aos pólos geográficos, não tendo relação alguma com o campo magnético da Terra. A mudança de posição da agulha acontece pelo fato de o fio alterar a posição dos pólos geográficos da Terra.

d) a agulha muda de direção porque existe uma força coulombiana repulsiva entre os elétrons do fio e os elétrons da agulha, conhecida como lei de Coulomb.

 

11-(UFPEL-MG) A figura a seguir mostra dois fios retos e longos, ortogonais entre si, cada um percorrido por uma corrente elétrica i, de mesma intensidade, com os sentidos mostrados.

De acordo com seus conhecimentos e com as informações dadas, das regiões I, II, III, IV, aquelas em que podem existir pontos nos quais o campo magnético resultante criado pelas correntes seja "não nulo", são

a) apenas I e IV.               b) I, II, III e IV.              c) apenas II e III.              d) apenas II, III e IV.              e) apenas I, II e III.


12-(PUC-MG) - O campo magnético medido em um ponto P próximo de um condutor longo retilíneo no qual circula uma corrente constante, terá o seu valor quadruplicado quando:
a. a corrente for quadruplicada e a distância ao condutor também.
b. a corrente for duplicada e a distância reduzida à metade.
c. a corrente for mantida constante e a distância reduzida à metade.
d. a corrente for duplicada e a distância ficar inalterada.
e. a corrente e a distância forem reduzidas à metade dos seus valores iniciais.

13-(ITA-SP) Uma corrente elétrica passa por um fio longo, (L) coincidente com o eixo y no sentido negativo. Uma outra corrente de mesma intensidade passa por outro fio longo, (M), coincidente com o eixo x no sentido negativo, conforme mostra a figura. O par de quadrantes nos quais as correntes produzem campos magnéticos em sentidos opostos entre si é

a) I e II                      b) II e III                         c) I e IV                          d) II e IV                        e) I e III

 

14-(UNIFESP-SP) Um trecho de condutor retilíneo l, apoiado sobre uma mesa, é percorrido por uma corrente elétrica contínua de intensidade i. Um estudante coloca uma bússola horizontalmente, primeiro sobre o condutor (situação I) e depois sob o condutor (situação II). Supondo desprezível a ação do campo magnético terrestre sobre a agulha (dada a forte intensidade da corrente. , a figura que melhor representa a posição da agulha da bússola, observada de cima para baixo pelo estudante, nas situações I e II, respectivamente, é:

 

15-(UFU-MG) A figura representa o chão de uma sala, sendo AB a direção norte-sul da Terra. Um fio reto é colocado verticalmente

Nessa sala, conduzindo uma corrente i, dirigida para cima, de intensidade muito elevada. Uma pequena agulha magnética é colocada no ponto P indicado na figura. A orientação final da agulha é:

 

16-(FUVEST-SP) A figura adiante indica 4 bússolas que se encontram próximas a um fio condutor, percorrido por uma intensa corrente elétrica.

a) Represente, na figura, a posição do condutor e o sentido da corrente.

b) Caso a corrente cesse de fluir qual será a configuração das bússolas? Faça a figura correspondente.

 

17-(UEL-PR) Numa sala de aula foram montados dois condutores verticais C1 e C2 que suportam as correntes elétricas ascendentes de 3,0 e 4,0 ampéres, respectivamente. Essas correntes elétricas geram campo magnético na região e, em particular, num ponto P situado no centro da sala. O esquema a seguir indica a posição relativa dos condutores e do ponto P na sala de aula.

Nessas condições, o vetor indução magnética no ponto P é

a) horizontal dirigido para o fundo da sala.                   b) horizontal dirigido para o quadro-negro.

c) horizontal e paralelo ao quadro negro.                         d) vertical dirigido para baixo.

e) vertical dirigido para cima.

 

18-(UFCE-CE) A figura representa dois fios bastante longos ( 1 e 2) perpendiculares ao plano do papel, percorridos por correntes de sentido contrário, i1 e i2, respectivamente.

A condição para que o campo magnético resultante, no ponto P, seja zero é

a) i1=i2                        b) i1=2i2                         c) i1=3i2                        d) i1=4i2                        e) i1=5i2

 

19-(UFES-ES) A figura a seguir representa dois fios muito longos, paralelos e perpendiculares ao plano da página.

Os fios são percorridos por correntes iguais e no mesmo sentido, saindo do plano da página. O vetor campo magnético no ponto P, indicado na figura, é representado por:

 

20- (UFG-GO-09)  Em uma excursão acadêmica, um aluno levou uma lanterna com uma bússola acoplada.

Em várias posições durante o dia, ele observou que a bússola mantinha sempre uma única orientação, perpendicular à direção seguida pelo Sol. À noite, estando a bússola sobre uma mesa e próxima de um fio perpendicular a ela, notou que a bússola mudou sua orientação no momento em que foi ligado um gerador de corrente contínua.

A orientação inicial da agulha da bússola é a mostrada na figura a seguir, onde a seta preenchida indica o sentido do campo magnético da Terra.

Ao ligar o gerador, a corrente sobe o fio (saindo do plano da ilustração). Assim, a orientação da bússola passará ser a seguinte:

 

21-(PUC-RS) Dois longos fios condutores retilíneos e paralelos, percorridos por correntes de mesma intensidade, atraem-se magneticamente com força F. Duplicando a intensidade da corrente em cada um deles e a distância de separação dos condutores, a intensidade da força magnética que atua entre eles ficará

a) 4F                          b) 3F                          c) 2F                            d) F/2                           e) F/4

 

22-(UNESP-SP) Um fio metálico AB, suspenso por dois fios verticais, condutores e flexíveis, é colocado próximo e paralelamente a um fio longo pelo qual passa a corrente elétrica i, no sentido indicado na figura. O fio longo e o fio AB estão no mesmo plano horizontal.

Utilizando essa montagem, um professor pretende realizar duas experiências, I e II. Na experiência I, fará passar uma corrente pelo fio AB, no sentido de A para B. Na experiência II, fará passar a corrente no sentido contrário. Nessas condições, espera-se que a distância entre o fio longo e o fio AB

a) permaneça inalterada, tanto na experiência I como na experiência II.

b) aumente na experiência I e diminua na experiência II.

c) aumente, tanto na experiência I como na experiência II.

d) diminua, tanto na experiência I como na experiência II.

e) diminua na experiência I e aumente na experiência II.

 

23-(UFRS-RS) Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto abaixo, na ordem em que elas aparecem.

A figura a seguir representa dois fios metálicos paralelos, A e B, próximos um do outro, que são percorridos por correntes elétricas de mesmo sentido e de intensidades iguais a I e 2I, respectivamente. A força que o fio A exerce sobre o fio B é ........., e sua intensidade é ........ intensidade da força exercida pelo fio B sobre o fio A.

a) repulsiva - duas vezes maior do que a          b) repulsiva - igual à              c) atrativa - duas vezes menor do que a

d) atrativa - duas vezes maior do que a             e) atrativa - igual à

 

24-(UFMG-MG) Em um experimento, André monta um circuito em que dois fios retilíneos - K e L -, paralelos, são percorridos por correntes elétricas constantes e de sentidos opostos.

Inicialmente, as correntes nos fios são iguais, como mostrado na Figura I.

Em seguida, André dobra o valor da corrente no fio L, como representado na Figura II.

Sejam F(K) e  F(L), respectivamente, os módulos das forças magnéticas nos fios K e L.

Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que:

25-(CFT-CE) Três fios flexíveis e condutores, a, b e c, paralelos, encontram-se fixos em suas extremidades e separados por uma

pequena distância d. Quando percorridos, simultaneamente, por correntes de mesma intensidade nos sentidos indicados na figura, suas configurações são melhor representadas na  alternativa:

 

26-(Mackenzie–SP) A intensidade da força de interação eletromagnética entre dois condutores retilíneos, dispostos paralelamente um ao outro e percorridos por correntes elétricas de intensidades i1 e i2, é dada pela equação:F=μoL.i1.i2/2πd. Dois condutores idênticos estão dispostos paralelamente, como mostra a figura, distantes 10,00 cm um do outro. Se a distância entre estes condutores passar a ser o dobro da inicial, eles irão _____ com uma força de intensidade ______ .

a) repelir-se; 2 F.                   b) repelir-se; F/2.                           c) atrair-se; 2 F.                                         d) atrair-se; F/2.
e) atrair-se ; √F .

 

27-(FUVEST-SP) Um circuito é formado por dois fios muito longos, retilíneos e paralelos, ligados a um gerador de corrente contínua como mostra a figura. O circuito é percorrido por uma corrente constante i. Pode-se afirmar que a força de origem magnética que um trecho retilíneo exerce sobre o outro é:

a) nula.               b) atrativa e proporcional a i.                 c) atrativa e proporcional a i2.                d) repulsiva e proporcional a i.
e) repulsiva e proporcional a i2.

 

28-(ITA-SP-09) A figura representa o campo magnético de dois fios paralelos que conduzem correntes elétricas. A respeito da força magnética resultante no fio da esquerda, podemos afirmar que ela:

a) atua para a direita e tem magnitude maior que a da força no fio da direita.

b) atua para a direita e tem magnitude igual à da força no fio da direita.

c) atua para a esquerda e tem magnitude maior que a da força no fio da direita.

d) atua para a esquerda e tem magnitude igual à da força no fio da direita.

e) atua para a esquerda e tem magnitude menor que a da força no fio da direita.

 

29-(PUC-RS-010) 

Resolver a questão com base nas informações a seguir.

O músculo cardíaco sofre contrações periódicas, as quais geram pequenas diferenças de potencial, ou tensões elétricas, entre determinados pontos do corpo.

A medida dessas tensões fornece importantes informações sobre o funcionamento do coração. Uma forma de realizar essas medidas é através de um instrumento denominado eletrocardiógrafo de fio.

Esse instrumento é constituído de um ímã que produz um campo magnético intenso por onde passa um fio delgado e flexível. Durante o exame, eletrodos são posicionados em pontos específicos do corpo e conectados ao fio. Quando o músculo cardíaco se contrai, uma tensão surge entre esses eletrodos e uma corrente elétrica percorre o fio. Utilizando um modelo simplificado, o posicionamento do fio retilíneo no campo magnético uniforme do ímã do eletrocardiógrafo pode ser representado como indica a figura a seguir, perpendicularmente ao plano da página, e com o sentido da corrente saindo do plano da página.

Com base nessas informações, pode-se dizer que, quando o músculo cardíaco se contrai, o fio sofre uma deflexão

a) lateral e diretamente proporcional à corrente que o percorreu. 

b) lateral e inversamente proporcional à intensidade do campo magnético em que está colocado. 

c) vertical e inversamente proporcional à tensão entre os eletrodos. 

d) lateral e diretamente proporcional à resistência elétrica do fio. 

e) vertical e diretamente proporcional ao comprimento do fio. 

 

30-(UEPG-PR-010)

 Em 1820, o físico Hans Christian Oersted demonstrou existir uma íntima relação entre os fenômenos elétricos e os fenômenos

magnéticos. Nascia assim, a teoria eletromagnética na qual é preciso substituir as forças elétrica e magnética por uma única força, a força eletromagnética. Sobre as relações entre efeitos elétricos e efeitos magnéticos, assinale o que for correto.

01) Uma carga elétrica cria no espaço à sua volta um campo magnético que atuará sobre outra carga elétrica, exercendo sobre ela uma força magnética. 

02) Sempre que um condutor retilíneo é percorrido por uma corrente elétrica surge um campo magnético cujas linhas de indução são circulares com centro sobre o condutor. 

04) Uma bobina, quando percorrida por uma corrente elétrica alternada, comporta-se como um imã. 

08) Devido ao seu comportamento magnético, a grande maioria das substâncias existentes na natureza é classificada em dois grupos, as substâncias diamagnéticas e as substâncias paramagnéticas. 

16) Fenômenos eletrostáticos podem ser produzidos por efeitos magnéticos. 

 

31-(ITA-SP-010) 

Considere uma espira retangular de lados √3a e a, respectivamente, em que circula uma corrente I, de acordo com a figura. A espira pode girar livremente em torno do eixo z. Nas proximidades da espira há um fio infinito, paralelo ao eixo z, que corta o

plano xy no ponto x = a/2 e y = 0. Se pelo fio passa uma corrente de mesma magnitude I, calcule o momento resultante da força magnética sobre a espira em relação ao eixo z, quando esta encontra-se no plano yz.

 

32-(UFPR-PR-011)

Na segunda década do século XIX, Hans Christian Oersted demonstrou que um fio percorrido por uma corrente elétrica era capaz de causar uma perturbação na agulha de uma bússola. Mais tarde, André Marie Ampère obteve uma relação matemática para a

 intensidade do campo magnético produzido por uma corrente elétrica que circula em um fio condutor retilíneo. Ele mostrou que a intensidade do campo magnético depende da intensidade da corrente elétrica e da distância ao fio condutor.

Com relação a esse fenômeno, assinale a alternativa correta.

a) As linhas do campo magnético estão orientadas paralelamente ao fio condutor. 

b) O sentido das linhas de campo magnético independe do sentido da corrente. 

c) Se a distância do ponto de observação ao fio condutor for diminuída pela metade, a intensidade do campo magnético será reduzida pela metade. 

d) Se a intensidade da corrente elétrica for duplicada, a intensidade do campo magnético também será duplicada. 

e) No Sistema Internacional de unidades (S.I.), a intensidade de campo magnético é A/m. 

 

33-(IFSP-SP-011) 

     

Considere dois fios retilíneos e muito extensos situados nas arestas AD e HG de um cubo conforme figura a seguir. Os fios são percorridos por correntes iguais a i nos sentidos indicados na figura. O vetor campo magnético induzido por estes dois fios, no ponto C, situa-se na direção do segmento

Obs: Desconsidere o campo magnético terrestre. 

a) CB.                            b) CG.                                  c) CF.                             d) CE.                              e) CA.

 

34-(UFSC-SC-011)

A figura abaixo mostra quatro fios, 1, 2, 3 e 4, percorridos por correntes de mesmo módulo, colocados nos vértices de um quadrado, perpendicularmente ao plano da página. Os fios 1, 2 e 3 têm correntes saindo da página e o fio 4 tem uma corrente

entrando na página. Com base na figura, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01. O campo magnético resultante que atua no fio 4 aponta para o leste.

02. A força magnética resultante sobre o fio 4 aponta para o sudeste.

04. Os fios 1 e 3 repelem-se mutuamente.

08. A força magnética que o fio 2 exerce no fio 3 é maior do que a força magnética que o fio 1 exerce no fio 3.

16. O campo magnético resultante que atua no fio 2 aponta para o sudoeste.

32. O campo magnético resultante no centro do quadrado aponta para o leste.

 

35-(UFU-MG-011) 

Com o crescimento populacional e, consequentemente, urbano, torna-se necessário o desenvolvimento de novas tecnologias que, além de facilitarem a vida das pessoas, economizem energia e preservem o meio ambiente. Exemplos de dispositivos com tais características são os foto censores, isto é, censores que são acionados através da incidência de luz.

O princípio básico desses equipamentos é o efeito fotoelétrico, ilustrado na figura abaixo.

Com base nos dados R1 = 1Ω, R2 = 2 Ω e V = 1 V, responda:

a) Nos pontos A e B, estão conectados dois fios paralelos entre si que são longos o suficiente para que os efeitos de borda não sejam levados em conta. As resistências R1 e R2, desenhadas na figura acima, representam a resistência intrínseca aos materiais que constituem os fios, os quais estão separados por uma distância de 10 cm. Responda qual é o módulo da força magnética por unidade de comprimento entre os fios e se a força será atrativa ou repulsiva.

b) Dado que a função trabalho do cátodo C é Wo = 3eV, a partir de que comprimento de onda da luz incidente os elétrons serão emitidos? c=velocidade da luz no vácuo=3,0.108m/s e h=6.10-34J.s

 

36-(UFRN-RM-012)

Visando  a  discutir os efeitos magnéticos da corrente elétrica sobre quatro pequenas bússolas postas sobre uma placa, um professor montou, em um laboratório didático, o dispositivo experimental representado na Figura abaixo.

Inicialmente, com a chave desligada, as bússolas ficam orientadas exclusivamente pela ação do campo magnético terrestre. Ao ligar a chave e fazer circular uma corrente elétrica no circuito, esta irá produzir um campo magnético muito mais intenso que o terrestre. Com isso, as bússolas irão se orientar de acordo com as linhas desse novo campo magnético.

Das representações abaixo, a que melhor representa o efeito do campo magnético produzido pela corrente sobre as bússolas é

 

37-(UDESC-SC-012) 

 

Dois fios retilíneos e de tamanho infinito, que conduzem correntes elétricas i1 e  i2 em sentidos opostos, são dispostos paralelamente um ao outro, como mostra a figura. A intensidade de i1 é a metade da intensidade de i2 e a distância entre os dois fios ao longo da linha ox

é d.Considere as seguintes proposições sobre os campos magnéticos produzidos pelas correntes i1 e i2 nos pontos localizados ao longo da linha ox:

I.   À esquerda do fio 1 não existe ponto no qual o campo magnético resultante seja nulo.

II.   Nos pontos localizados entre o fio 1 e o fio 2, os campos magnéticos produzidos por ambas as correntes têm o mesmo sentido.

III.   À direita do fio 2 existe um ponto no qual o campo magnético resultante é nulo.

IV.   O campo magnético resultante é nulo no ponto que fica à distância 3d/4 à esquerda do fio 2.

Assinale a alternativa correta.

a.(   )  Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.                           b.(   )  Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.

c.(   )  Somente a afirmativa III é verdadeira.                                        d.(   )  Somente a afirmativa II é verdadeira.

e.  (   )  Somente a afirmativa IV é verdadeira.

 

38-(UEPA-PA-012)

Os efeitos nocivos das linhas de transmissão na saúde humana constituem matéria de alto interesse no meio científico, já que alguns

estudos indicam uma correlação entre o campo eletromagnético e o surgimento de alguns tipos de cânceres. Uma residência localizada a

16 m de uma linha de transmissão percorrida por uma  corrente  de  intensidade  igual  a  2400 A, fica sujeita à ação de um campo

magnético de intensidade igual a B. Sabendo-se que a permeabilidade magnética do vácuo  vale  µo = 4π.10-7T.m/A e que a intensidade

do campo magnético típico de um exame de ressonância magnética é  Bo = 3 T, afirma-se que a razão entre Bo e B é igual a:

a) 103                       b) 10-4                                         c) 10-5                           d) 106                              e) 10-7

 

 

 

 

Resoluções